logo colégio motivo

RESOLUÇÃO | ENEM 2021 | 1º DIA

RESOLUÇÃO ENEM 1º DIA | 2021 - PROVA ROSA

INGLÊS _______________________________________________________

01 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O autor recorre ao uso de um poema e nele expressa uma receita de como uma determinada população (The British) surgiu a partir de mistura cultural (diferentes povos e linguagens).

 


02 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

O texto mostra que o culto à celebridade nada mais é do que um esquema de marketing e ressalta que é mais fácil fazer o que nos mandam do que lançar desafios sobre aquilo que nos é dito.

 


03 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Lê-se na última sentença do texto “The very idea of a black woman as the first lady of the land, well, that would have been unthinkable.” (“A simples ideia de uma mulher negra como a primeira-dama da nação, bem, teria sido impensável.”)

 

 


04 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

O texto do cartum diz “Meu desejo de estar (ficar) bem-informada atualmente está em desacordo com (não bate com) meu desejo de continuar sã (sadia) de espírito/mentalmente sã.

 


05 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

A importância da perspectiva do visitante na avaliação de um lugar pode ser percebida na discordância das duas personagens sobre Los Angeles, cidade que Jesse considera feia (ugly) enquanto Celine considera neutra (neutral).

 


 

ESPANHOL ____________________________________________________

Gabarito | A
Resolução:

No trecho exposto, a uruguaia Auxílio narra sua experiência com dois escritores espanhóis e destaca como os anfitriões comentavam sobre como o seu sotaque era peculiar e como o som de algumas letras soavam diferentes devido à variação linguística do espanhol.


02 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

O trecho tem como finalidade demonstrar a atualidade dos trabalhos do poeta e dramaturgo Federico García Lorca, ao destacar que os temas escolhidos por ele em suas obras detinham conotação social e humana, tema de “todos os tempos”.

 


03 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O efeito humorístico da charge se dá quando um dos personagens responde que o problema da condição caótica do mundo (guerra, crises, insegurança, entre outros) é de responsabilidade de nós, seres humanos (“nosotros”).

 


04 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

Ao analisar o texto, a expressão “la guillotina del siglo XXI” destaca que os celulares, e as gravações e filmagens feitas neles, já expuseram conversas, acordos, negociações e chantagens que deram início a diversos processos jurídicos.

 

 


05 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

A expressão “como las aguas a una piedra” é uma analogia em que o tempo, representado pela ação da água, desgasta o personagem, representado pela pedra.


 

LINGUAGENS __________________________________________________

06 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

Ao comparar, por associação visual, uma garrafa pet a um cachorro (também tratado verbalmente por “pet”), o texto afirma que um é descartável e outro não. Essa associação – envolvendo o tema da descartabilidade – visa a sensibilizar o público em relação ao abandono de animais domésticos.


07 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

A sequência da reflexão da personagem, explicitando a quantidade de renúncias que terá de fazer quando seu filho nascer, evidencia que a maternidade impõe obrigações restritas à mulher, das quais ela não consegue se emancipar.


08 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

Embora todas as alternativas apresentem imprecisões e a necessidade de “saltos interpretativos” em relação ao que se apresenta no texto, optamos pela alternativa E.

O enunciado sugere que a reportagem cumpre uma função paralela de chamar a atenção para algo, além de apresentar a obra A balsa de Lampedusa.

A letra A não se sustenta pela ideia de “vocação para o turismo”, algo que não se sustenta como função da reportagem.

Já a letra B é indevida pelo fato de o texto não chamar a atenção para “muitas vidas perdidas”, ou “embarcações precárias” e, além disso, não se afirma que essas travessias se deram “ao longo dos séculos”.

A letra C é imprecisa, porque não se pode afirmar, no texto, que o museu só pode ser visitado por mergulhadores.

A letra D não se sustenta pela ideia de “centenas de imigrantes mortos”, que também é uma ideia não contida no texto.

Acabamos por optar pela letra E, com ressalvas, pelo fato de a informação sobre o caráter impactante da arte ser, de fato, algo para que se chama a atenção paralelamente, no fim do texto, além do propósito principal da reportagem, que é apresentar a obra A balsa da Lampedusa.


09 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Segundo o texto, a descoberta do uretano, material mais flexível, alavancou manobras, incentivou mais pessoas à prática do esporte e, consequentemente, possibilitou “a criação de campeonatos, marcas, fábricas e lojas especializadas”. Essa sequência de acontecimentos pode ser sumarizada por meio do termo “democratização”.

 


10 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

A crônica de Carlos Heitor Cony, intitulada “Estojo escolar”, recorre, várias vezes, a palavras valorativas e à primeira pessoa do discurso, colocando o enunciador, suas opiniões e suas atitudes em primeiro plano, o que é típico da função emotiva. Faça-se a ressalva de que a crônica dá um tratamento literário a temas cotidianos, chamando atenção para o plano da expressão do enunciado, caracterizando a função poética da linguagem.

 


11 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Os dois últimos quadrinhos explicitam que o propósito comunicativo do texto é estimular a leitura do livro, o que é esperado de um prefácio, um gênero cuja função é justamente a de apresentar uma obra.


12 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

O infográfico apresenta informações verbais e não verbais para mostrar que é prejudicial às crianças ter contato com telas (televisão, tablets e celulares) antes de dormir. Além disso, o texto dá sugestões de como evitar esses malefícios, estimulando a mudança de hábitos de pais e responsáveis.


13 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

No trecho machadiano, aparece um diálogo entre dois homens, que conversam sobre uma mulher. Os juízos omitidos sobre ela partem da perspectiva masculina.

 


 

14 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O substantivo “falação”, empregado com o sentido de “verborragia”, é uma expressão coloquial, bem como a contração “pros” (para [pra] + os) em “pros bailes”.


15 |  Questão

 

 

Gabarito | C
Resolução:

No trecho, a abordagem da condição da mulher em situação de internamento psiquiátrico é feita a partir de uma perspectiva lírica, presente nas sucessivas manifestações de interesse e envolvimento expressas pelo narrador, particularmente no segundo parágrafo.


16 |  Questão

 

Gabarito | D
Resolução:

No poema de Sosígenes Costa, a imagem do pavão funciona como metáfora da alegria, o que é explicitado logo no primeiro verso. Esse sentimento funciona como expressão da “plena realização” do poeta, capaz de espantar os seus “outros pavões”, isto é, sentimentos de felicidade menos intensa.


17 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

Os costumes e valores que atuam como verdadeiros preceitos (regras) relacionados à erotização do corpo feminino são historicamente normatizados como aquilo que se espera do comportamento das mulheres. Tal ideia pode ser verificada na imagem apresentada, na qual uma moça apresenta uma atitude de jovialidade, beleza e sensualidade. A exploração de imagens desse tipo na publicidade e nas artes, por exemplo, consolida os mencionados preceitos, que colaboram na educação dos gestos, vontades e comportamentos femininos.


18 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

A opinião de que a abordagem que Son of Saul faz da 2ª Guerra Mundial é ousada e radical e de que premiar esse filme seria “um passo à frente dos votantes” são visões pessoais e subjetivas do autor do texto. Todas as demais alternativas veiculam informações objetivas sobre o filme ou sobre o seu diretor.


19 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Na letra da canção “Sinhá”, um escravo se defende da acusação de que teria cobiçado a esposa de seu senhor. Os versos “Para que me pôr no tronco”, “Para que me aleijar”, “Por que talhar meu corpo”, “Para que que vosmincê / Meus olhos vai furar” e “Para que que vassuncê / Me tira a luz” referem-se à violência praticada contra os escravos. Além disso, a variação do pronome de tratamento em “vosmecê”, “vosmincê” e vassuncê” constitui um dos elementos que formam o patrimônio linguístico do Brasil. A língua e as heranças violentas da escravidão contribuem com a formação da identidade nacional brasileira.


20 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Segundo o dicionário “Caudas Aulete”, “sensacionalismo” significa “interesse em buscar ou explorar assuntos sobre fatos ou pessoas, que possam provocar escândalo, impacto e chocar a opinião pública.”. No texto, isso é observável em todas as formulações hipotéticas, pois são construídas por expressões muito exageradas. Por exemplo, “se desabasse no oceano, provocaria maremotos que devastariam imensas regiões costeiras.”. Não bastasse isso, todas elas foram encerradas pela expressão: “Enfim, uma visão do Apocalipse.”.


21 |  Questão

 

 

Gabarito | D
Resolução:

A valorização do uso de variedades populares pode ser observada, entre outros, nos três últimos versos do poema: “Que ora ofereço ao filólogo Aurélio de Buarque de Holanda / Para que as registre em seus léxicos / Pois que o povo já as registrou.”. Esses trechos, segundo o eu lírico, sugerem que os verdadeiros “donos” da língua são os falantes e não os literatos.


22 |  Questão

 

Gabarito | D
Resolução:

Didier Mulleras parte do universo de expressão corporal próprio da dança e busca uma integração com outras mídias. Com isso, aumenta as possibilidades de alcance de sua arte. Mas, acima de tudo, amplia e diversifica os recursos expressivos.


23 |  Questão

 

Gabarito | A
Resolução:

Quando o enunciador do texto I afirma que “Os estoques de água doce são inesgotáveis” e “Enquanto [as forças físicas de que o ciclo hidrológico depende] existirem, o ciclo funcionará e os estoques de água doce nos continentes serão repostos indefinidamente”, ele está defendendo a ideia de que é possível manter os estoques de água doce inalterados em São Paulo. Além disso, o título de texto reafirma essa posição na medida em que transmite a ideia de que a escassez de água doce (“estiagem”) na cidade é uma mentira (“mito”).

Ao descrever o processo de impermeabilização do fundo dos reservatórios como consequência do acúmulo de sentimentos, o texto II, por sua vez, argumenta em favor da ideia segundo a qual os estoques de água doce são finitos. Essa tese fica clara no último período do texto: “Isso é outro motivo pelo qual os aquíferos não conseguem recuperar seu nível, porque não recebem água.”.

Dessa forma, nota-se que os textos discordam quanto à possibilidade de manter os estoques de água doce.


24 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

Pestana, personagem do conto machadiano, dedica-se com paixão à música, buscando compor uma obra de arte à altura de grandes realizações eruditas. No entanto, seu pendor para a composição de obras populares deixa-o angustiado. Essa distância entre o desejo íntimo e a prática representa, no conto, as relações de incompatibilidade entre as dimensões popular e erudita da arte musical.


25 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

O texto apresenta um artigo de opinião em que a canção Sinal Fechado é citada como estratégia argumentativa de exemplificação. Ao indicar que, na canção, “percebe-se um registro de comunicação vazia e superficial”, é possível notar a crítica à situação apresentada no texto, como indica a alternativa B.


26 |  Questão

 

Gabarito | E
Resolução:

O enfraquecimento do mito da democracia racial no futebol é atribuído à atitude contestadora de um jogador-problema, como indica a alternativa E.
O texto afirma que Paulo César ousou pronunciar a palavra “racismo”, contra-atacando as críticas que recebia na época. Tal fato constituiu justamente um enfraquecimento do mito existente naquele contexto.


27 |  Questão

 

 

Gabarito | D
Resolução:

O quadro de Victor Meirelles apresenta características românticas ao explorar a dramaticidade da morte da índia, cujo corpo é apresentado de maneira idealizada, tendo destacadas sua beleza e sensualidade. No poema épico Caramuru, do poeta épico árcade Frei Santa Rita Durão, a índia Moema morre afogada ao acompanhar a nado a partida do navio que levava seu amado de volta para a Europa.


28 |  Questão

 

Gabarito | D
Resolução:

O texto apresenta transformações na vida das crianças, a partir de estudos comparativos entre diferentes épocas. Ao exemplificar essas transformações, o texto cita que as crianças de hoje dedicam menos tempo para brincar e, quando o fazem, optam mais por aparelhos eletrônicos e jogos individuais, tendo a máquina como companhia, ao invés de outras crianças. Nesse sentido, é possível afirmar que as transformações nas experiências lúdicas acabaram promovendo uma vivência corporal menos ativa, como indica a alternativa D.


29 |  Questão

 

 

Gabarito | D
Resolução:

A expressão "O gigante do Brasil" faz referência ao imperador Dom Pedro II, mencionado no verso anterior "Em honra e glória de Pedro" e também no início do último parágrafo, na expressão "O Pedro mencionado".


30 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

O texto da reportagem afirma que os designers de móveis foram “induzidos a abandonar o gosto pelo rebuscado”, ao inspirarem-se nas linhas retas e suaves da arquitetura brasiliense de Oscar Niemeyer. Essa informação se confirma na imagem dos móveis, os quais exploram a simplicidade das “linhas retas” e das “curvas suaves”.


31|  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Há vários trechos do texto que corroboram a análise de que as mudanças de design da rede social estão associadas à assimilação de comportamentos dos usuários: "mais de 1 bilhão de usuários mensais entram nessa aba do aplicativo [o segmento de Grupos]", ou "400 mil deles já estão integrados em grupos de 'assuntos significativos'", ou "o Marketplace, que já tem mais de 800 milhões de usuários".


 

32 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

A obra de Romuald Hazoumé aproveita materiais descartados e os ressignifica, alterando-lhes o papel que assumiam na sociedade. Deixam de ser lixo para tornar-se expressão artística de caráter crítico em relação ao consumismo que agride o meio ambiente.

 


33 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

A canção “Comportamento Geral”, de Gonzaguinha, ironiza atitudes conformistas por parte da população, que evidenciariam uma postura de alienação social durante o governo militar.  No texto, o autor enfatiza a ideia de uma alegria artificial (“você deve estampar um ar de alegria”; “tudo vai bem, tudo legal”) diante das dificuldades impostas pela situação socioeconômica e política do país, nos anos 1970.


34 |  Questão

 

Gabarito | C
Resolução:

No poema, o eu lírico expressa seu próprio desejo de retomar um passado junto ao ser amado, agora distante. O trabalho da rememoração da vivência amorosa vem explicitado na lembrança “do brilho das marés” e dos “pés molhados”, sensações experimentadas em outros tempos.


35 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

Embora o texto comece mencionando que O menino que fez um museu seja uma produção independente, a afirmação de que se trata de uma exceção às produções do eixo Estados Unidos-Europa vem acompanhada de um argumento geográfico. É possível identificar que a proeza, de acordo com o segundo parágrafo, está no fato de a obra contar "a história de um Brasil profundo, desconhecido até mesmo por muitos brasileiros" - o interior do Nordeste brasileiro.

 


36 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

O trecho inclui o registro de dois provérbios: “quem não tem brio não engorda” e “P´ra uns, as vacas morrem... p’ra outros até boi pega a parir”. Esse registro contribui para a preservação da cultura nacional.


37 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

Apesar de tirados de sua terra e cultura, e escravizados, os personagens acionam seus mitos e referências culturais tradicionais, por meio das quais procuram alcançar um meio de escapar à escravidão.


38 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

O texto mostra como a confiança das pessoas na matraca as fazia aceitar notícias falsas como se fossem verdadeiras. Com isso, ele aponta como a existência das chamadas fake news não é exclusiva de nossa época.


39 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

O texto destaca a relevância histórica e a riqueza estética do choro, ao afirmar, entre outras passagens relevantes, que o choro é uma “riquíssima manifestação genuína da alma brasileira”, uma manifestação cultural forte o suficiente para superar problemas como “a falta de incentivos oficiais, a insensibilidade dos meios de comunicação e a amnésia generalizada”.


40 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

Segundo o autor, “não há objetividade e nem isenção absoluta”, sendo necessário “procurar ver o maior número possível de lados de um mesmo fato”. Ou seja, ele procura convencer o leitor de que as informações têm de ser recebidas criticamente.


41 |  Questão

 

Gabarito | E
Resolução:

O personagem Pelino desconsidera a existência de variantes linguísticas e a inadequação de se exigir o uso indiscriminado da norma padrão em qualquer situação, mesmo na prosa de entretenimento (função fática) entre amigos, em que é marcante a informalidade.

 


42 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Na primeira parte do texto, fala-se sobre o uso inconcebível do tratamento “você” como marca de informalidade, ao se dirigir ao Professor, em determinada época. Numa segunda, sobre o uso dos pronomes em determinadas regiões brasileiras:

- “tu”: em Porto Alegre;

- “você”: em São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Salvador;

- “tu” e “você”: no Rio de Janeiro e Recife.


43 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

No ano de 2012, em um reality show do SBT, um jovem chamado John Lennon da Silva, um dançarino que fazia parte de um projeto social, reinterpretou uma obra consagrada, uma coreografia do ballet clássico A morte do cisne, em que uma bailarina encena a agonia da morte da ave. O Jovem assumiu uma nova versão, construída com elementos do street dance e que rompeu com o modelo consagrado da coreografia. Essa criação foi beneficiada pelo encontro de duas realidades artísticas bastante distintas.


44 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

A história do suplício violento e gratuito (muitas vezes sequer se sabe o porquê do espancamento) que um detento padece durante anos no sistema prisional, tende a despertar no leitor a empatia por ele e consequentemente o desejo de que os algozes sejam punidos e de que essa vítima seja protegida e o seu sofrimento, de alguma forma, reparado.


45 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

Tanto o discurso do delegado, no primeiro parágrafo, quando o da esposa do vizinho do General, no último, são marcados pela intimidação: ele, por meio de uma série de perguntas e de ameaças; ela, por meio de um contra-ataque marcado pela ênfase em seus parentescos militares. Trata-se, portanto, da exaltação de relações de poder estereotipadas, em que a influência e mesmo o poder policial ou militar são invocados em situações cotidianas, como uma discussão entre vizinhos.


CIÊNCIAS HUMANAS______________________________________________________

46 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

Segundo o excerto, a medicina que chegou à colônia com os padres jesuítas sofreu uma hibridização, em que foram somados os conhecimentos das práticas medicinais europeias às práticas terapêuticas indígenas com a utilização da flora nativa. Essa fusão de saberes se desenvolveu a partir da experiência prática diária, revelando a conjugação de saberes empíricos na evolução da medicina colonial.


47 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

De acordo com o texto, o comportamento do religioso Francisco de Assis demonstra uma preocupação com a acessibilidade da mensagem religiosa, notadamente aos mais pobres, expressa na adoção da linguagem vulgar ao invés do latim tradicional.

Na época, ordens mendicantes como a dos Franciscanos, incorporadas à Igreja Católica, buscavam contrapor-se ao apelo dos movimentos heréticos entre as camadas populares, propondo um retorno às origens humildes do cristianismo, por exemplo através da adoção do voto de pobreza e posicionamento crítico quanto às desigualdades sociais.


48 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O excerto apresentado discute possíveis fatores que impulsionaram a fragmentação da América espanhola. José Murilo de Carvalho aponta a importância das universidades na América espanhola, que, segundo ele, teriam contribuído para formar identidades nacionais que divergiram do projeto da unidade hispano-americana. Já Alfredo Ávila Rueda reduz a importância das universidades nesse processo, apontando que estas eram reacionárias, e a existência da imprensa teve um papel mais relevante na construção de regionalismos que a universidade.


49 |  Questão

 

Gabarito | A
Resolução:

Enquanto o primeiro texto destaca a questão ideológica presente na Revolução Inglesa, ao enfatizar que teria sido um combate em favor do Iluminismo, o segundo texto ressalta, na perspectiva social, a ruptura com a “velha sociedade” e a atuação dos camponeses e tecelões contra a estrutura social vigente até então.


50 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

O fragmento de texto aborda uma dinâmica industrial que reflete uma das formas de territorialização atual das grandes empresas em diversos territórios do globo: a formação de verdadeiros microcosmos na instalação de suas plantas industriais, que, desconectados do contexto em que estão inseridos, produzem verdadeiros enclaves em que até a mão de obra qualificada, muitas vezes, é importada.


51 |  Questão

 

Gabarito | A
Resolução:

O texto de apoio descreve intervenções urbanas de grande escala, as chamadas “Operações Urbanas”, que são capazes de modificar a paisagem e o uso de regiões inteiras das cidades. Tais transformações, que envolvem tanto aspectos paisagísticos, de revitalização estética, quanto de infraestrutura, sempre caminham no sentido de “modernizar” o espaço, como citado no texto, por meio da “instalação de modernas torres comerciais, espaços de consumo e lazer inéditos”, entre outros elementos. Seu objetivo se relaciona à ideia de conectar a cidade aos circuitos econômicos mundiais, tornando-a mais competitiva e interessante para diversos setores econômicos, por exemplo, na atração de escritórios e filiais de empresas multinacionais.


52 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

O texto de apoio parte de um diagnóstico do setor produtivo brasileiro que indica que o país caminha no sentido contrário ao desenvolvimento tecnológico de ponta, relacionada com a microeletrônica, o qual tem sido responsável pelo incremento na produtividade em diversos países do mundo. Voltado ao comércio de commodities agroindustriais e à indústria de caráter fordista, o país perde competitividade global e também a capacidade de influenciar nos rumos globais de produção e comércio, tornando-se subordinado aos fluxos internacionais de mercadorias, mais suscetível às flutuações do mercado mundial.


53 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

O texto evidencia que as comunidades tradicionais (indígenas, quilombolas, extrativistas, etc) possuem suas relações sociais fragilizadas e sofrem com a reconstrução abrupta de suas dinâmicas territoriais e de suas identidades. Ou seja, existe uma denúncia da necessidade de deslocamento dessas populações, o que as afasta de seus territórios de origem, revelando o rompimento dos vínculos locais, expressado na alternativa B.


54 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

A questão é de cunho interpretativo e contempla o pensamento de Deleuze e Guattari, filósofos contemporâneos. O excerto aborda o conceito de minorias, de maneira que os pensadores afirmam que o significado desse termo não estaria relacionado à quantidade, mas a um estado de dominação. Assim a caracterização de uma minoria não corresponderia a uma lógica, decorreria da existência de relações de poder, isto é, de relações arbitrárias.


55 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O trecho do texto de F. Engels remete à discussão sobre os comportamentos sociais associados à posição dos grupos na estrutura de classes da sociedade. Sem aprofundar o papel dos segmentos intermediários, o autor denuncia uma das contradições advindas dessa estratificação social.


56 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

O texto base apresentado analisa uma característica da sociedade brasileira em meados do século XX firmemente marcante nas perspectivas de desenvolvimento econômico e equilíbrio político; qual seja, a adaptação aos tempos de industrialização, urbanização e modernização que se anunciavam. A dificuldade maior apresentada pela questão se assenta nos termos utilizados para a referência à formação de líderes, de partidos políticos e de outras instituições que acompanhassem as exigências da época.


57 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova de 1932 buscou se contrapor ao pensamento da república das oligarquias; para isso, trouxe no seu texto mensagens que apontam a formação da “hierarquia democrática” e “hierarquia das capacidades”. O excerto afirma que tais capacidades seriam “recrutadas de todos os grupos sociais”, para os quais se abririam  “as mesmas oportunidades de educação”. Nesse sentido, nota-se no excerto a valorização do acesso à educação e do mérito como elementos para a superação da sociedade oligárquica.


58 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

A questão apresenta um excerto do diálogo platônico Mênon, apresentando uma interlocução de Sócrates. Exige-se a identificação da atitude dessa interlocução, que, no caso, representa o próprio exercício filosófico, denominado por Platão de método dialético.


59 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O texto traz uma descrição sobre a prática cultural da escrita no povo Woyo, na região de Cabinda. Ao final, destaca-se que os Woyo utilizavam o costume da escrita nas tampas de panela para transmitir orientações sobre matrimônio aos filhos. Portanto, esse artefato cultural cumpre uma função pedagógica de manutenção dos costumes sociais, pela transmissão de saberes de uma geração à outra.

 


60 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

A questão aborda o tema do encarceramento na sociedade brasileira, chamando atenção para um aumento significativo entre os anos de 2005 e 2012. Além disso, o texto aponta para o fato de a maioria da população carcerária do Brasil ser composta por jovens negros acusados de crimes patrimoniais. Sabendo-se da histórica marginalização e exclusão social direcionada à população negra no Brasil, as políticas públicas que poderiam minimizar esse cenário são aquelas que promovem a inclusão social em um país tão desigual.


61 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

O excerto aponta como, ao longo dos séculos IX e X, os incêndios eram extremamente danosos à sociedade e às cidades, uma vez que provocavam danos materiais e desestabilizavam o imaginário da sociedade medieval que acreditava estar vivenciando castigos que “antecediam o julgamento final”. Visando reparar os danos causados pelos incêndios, as autoridades reformulavam as cidades e, através da reformulação, colocavam em prática uma reconfiguração urbana, o que também contribuía para mudanças nas dinâmicas sociais.


62 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

O exercício trata da ampla repercussão envolvendo o povo Guarani-Kaiowá em 2012. O compartilhamento da hashtag “#somostodosGuarani-Kaiowá” e o uso do nome desse povo como sobrenome nas redes sociais de inúmeros usuários chamaram atenção da opinião pública para essa questão. O uso das redes sociais como estratégia e instrumento de comunicação a favor dos Guarani-Kaiowá fez aumentar a quantidade de seus apoiadores de outros setores étnicos da sociedade brasileira.

 


63 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

Getúlio Vargas, pretendia, durante seu governo, principalmente na fase da ditadura do Estado Novo (1937-1945), estabelecer o máximo controle possível sobre a sociedade, política, cultura e economia do país, objetivando a criação de uma nova sociedade brasileira, nacionalista e disciplinada. Para isso, foram criadas instituições que trouxeram informações sobre as características brasileiras, destacando-se as que tratavam      dos aspectos da geografia do Brasil, tais quais as citadas no excerto da questão.


64 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

O exemplo ritualístico citado insere-se num amplo conjunto de manifestações tradicionais de diversos grupos indígenas que, pelo Brasil afora, se valem de práticas ligadas à sobrevivência material para fortalecer os laços de alianças e familiaridades entre setores da população. A coesão é elemento fundamental para a manutenção das culturas desses povos e seus aliados.


65 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

O anúncio da segunda metade do século XIX a respeito de um escravizado fugitivo evidencia que uma das estratégias de resistência escrava ocorrida no período foi a criação de relações de trabalho. Ou seja, José (nome apresentado do negro escravizado) fugiu precisamente num momento em que havia sido contratado para realizar algum serviço em uma fazenda diferente da qual ele originalmente residia e trabalhava.


66 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

A metáfora da filosofia como árvore, que retoma uma antiga tradição grega, permite a Descartes enfatizar o seu projeto de construção de uma ciência única. A unidade vai da fundamentação do conhecimento na metafísica (as raízes) até os seus resultados, nas ciências (os ramos do conhecimento).


67 |  Questão

 

Gabarito | E
Resolução:

A questão contempla o pensamento de Nietzsche e o excerto aborda o conceito de amor fati, que requer o amor à vida e à realidade imanente. Porém o comando da questão exige que se identifique os elementos da tradição cristã que se contrapõem ao pensamento de Nietzsche, que consiste na consagração da realização humana no campo transcendental.


68 |  Questão

 

 

Gabarito | E
Resolução:

A questão apresenta um excerto que defende o assujeitamento do corpo em vias de se atingir a ascensão do espírito. A partir dessa interpretação, é possível afirmar que o texto destaca, como característica do ascetismo medieval, a desvalorização da materialidade corpórea.


69 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

No dia 21 de Junho, ocorre o Solstício de Verão no Hemisfério Norte, portanto o sol encontra-se perpendicular ao Trópico de Câncer. Para aqueles que estão no Hemisfério Sul, o Sol apresenta uma leve inclinação em direção ao Norte e, consequentemente, os objetos nesse hemisfério geram sombras na direção Sul.


70 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Os chamados “tigres”, retratados na imagem, eram os escravizados reconhecidos, através de manchas na pele causadas pelos dejetos que carregavam, como carregadores de excremento e outras formas de lixo. A tarefa de carregar e descartar o lixo, na sociedade imperial brasileira, era relegada aos indivíduos escravizados, bem como toda e qualquer atividade que fosse entendida como depreciativa ou desvalorizada. Dessa forma, podemos compreender que a função desempenhada pelos “tigres” se trata de uma reiteração das hierarquias sociais pautadas na escravidão.


71 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

A questão apresenta uma situação comum no dia a dia de inúmeros trabalhadores, que é a dificuldade de se desligar do ambiente de trabalho. Ou seja, cada vez mais os trabalhadores se veem conectados a assuntos ligados aos seus empregos, mesmo quando não estão mais em horário de trabalho. O texto aponta como a dinâmica contemporânea do mundo do trabalho acaba fazendo com que muitas pessoas ampliem as suas atividades extras, seja através do e-mail, do WhatsApp ou de outras plataformas de comunicação.


72 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Em face de o enunciado ressaltar os “princípios que legitimam as democracias liberais”, a situação econômica descrita não enfraquece o direito de herança, nem o ganho das empresas financeiras ou os lucros de mercado. Por outro lado, e com apoio nas legislações vigentes, enfraquecem a ideologia capitalista do mérito do trabalho e da acumulação de capitais.


73 |  Questão

Gabarito | D
Resolução:

A produção agrícola em diferentes regiões do Brasil, como no semiárido nordestino ou na Serra Gaúcha, demanda técnicas de cultivo adaptadas aos aspectos ambientais singulares de cada região. O exemplo da viticultura demonstra como em regiões com condições ambientais tão distintas é possível a introdução de um determinado cultivo graças aos avanços técnicos e tecnológicos na agropecuária.


74 |  Questão

 

 

Gabarito | C
Resolução:

Ambos os textos tratam sobre a questão da preservação dos monumentos históricos.

Os monumentos históricos são considerados bens materiais culturais, pois contribuem para o resgate de tradições e valores importantes para a sociedade. Enquanto o primeiro texto trata apenas da necessidade de preservação e transmissão para as gerações futuras, o segundo texto, de forma mais crítica, apresenta os problemas da proteção de monumentos na legislação em um mundo em transformação cada vez mais acelerada. De qualquer forma, ambos os textos, mesmo sob pontos de vista diferentes, relacionam-se com as políticas de conservação, portanto a alternativa correta é a C.


75 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Os textos apresentados retratam um padrão de relações derivado da Divisão Internacional do Trabalho. Esses mostram que, nos últimos anos, uma parcela do lixo eletrônico gerado pelos países ricos industrializados acabou sendo internacionalmente comercializada para países pobres. Isso ocorre por ser mais vantajoso comercializar esse resíduo do que reciclar nas nações ricas. Os países pobres, por sua vez, acabam utilizando-o de várias maneiras, gerando muitas vezes consequências ambientais negativas e prejuízo à saúde da população local.


76 |  Questão

 

Gabarito | A
Resolução:

A segurança hídrica é um tema que gera preocupações em diversos agentes sociais, políticos e econômicos no Brasil e no mundo, pois atualmente há conflitos e disputas pela água em diferentes porções do planeta. Segundo o texto, é necessário que a gestão de recursos hídricos seja eficiente, garantindo que os valores pagos pela sociedade sejam justos e que os sistemas de saneamento básico garantam o retorno adequado da água para a natureza. Essas e outras medidas contribuem para que os recursos hídricos estejam acessíveis de maneira mais equitativa para suprir as diferentes necessidades antrópicas, tal como as atividades agropecuárias e industriais.

 


77 |  Questão

 

Gabarito | D
Resolução:

Bill Aberdeen foi uma lei britânica de 1845 que autorizava a marinha inglesa a apreender e até mesmo atacar embarcações brasileiras no Oceano Atlântico que, a partir daquela data, mantivessem a prática do tráfico internacional de africanos escravizados.

Essa medida está inserida nas pressões britânicas contra esse comércio, as quais datavam desde início do século XIX. Tal pressão foi determinante para a efetiva proibição do tráfico negreiro em 1850 (Lei Eusébio de Queirós).


78 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

O fato de o texto tratar de uma oração para manter a chuva contada por um “encantador de viúvas” que se assemelha a um personagem da peça teatral Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, pode induzir os candidatos a assinalarem a alternativa que fala de narrativas fílmicas. Porém o enunciado da questão pede para considerar as expressões e vivências populares do cotidiano, ou seja, as práticas místicas muito comuns em todo o Nordeste brasileiro, guardadas suas peculiaridades regionais. Num sentido mais amplo, e não só restrito ao aspecto específico das intempéries climáticas, essas práticas remetem ao caráter geral do patrimônio cultural brasileiro.

 


79 |  Questão

Gabarito | C
Resolução:

O exercício traz um texto analisando algumas mudanças ocorridas no mundo do trabalho com a substituição do modelo taylorista-fordista para o modelo toyotista nas últimas décadas do século 20. Tais mudanças ocorreram a partir do uso de novas tecnologias e de uma nova racionalização da produção e resultaram no aumento da terceirização e da precarização de muitos trabalhadores, levando assim a uma fragilização das relações de trabalho.


80 |  Questão

Gabarito | E
Resolução:

O texto propõe que a categoria de refugiado traz em si a noção de transitoriedade, pois eles circulam entre dois universos, possuindo posição marginal tanto em termos identitários (devido à falta de pertencimento) quanto em termos jurídicos (porque perdem o status de cidadão). Logo, ocorre um desenraizamento cultural ao encontrar-se em uma nova comunidade, com novos costumes e práticas, bem como uma insegurança legal, por não ter acesso aos mesmos direitos que os cidadãos do Brasil, também comum em outras localidades do mundo.


81 |  Questão

 

Gabarito | D
Resolução:

O texto destaca, no interior da estratificação social patriarcal do século XIX, o quanto as mulheres encontravam-se subordinadas aos maridos, mesmo quando ganhavam espaço para desenvolver projetos científicos.


82 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

A questão deixa bem situado o contexto da sociedade contemporânea, de caráter essencialmente capitalista. E enfatiza que nesse contexto a satisfação dos desejos dos indivíduos é influenciada por “incentivos controlados de consumo”, fenômeno constatável diante do peso atual das mídias de comunicações num processo mais amplo, que pode ser classificado como alienação dos comportamentos.


83 |  Questão

 

Gabarito | E
Resolução:

O espaço urbano é uma paisagem geográfica dinâmica, porque reflete as contínuas transformações da sociedade. Por exemplo, um dos processos que altera as feições das paisagens urbanas é a gentrificação, que, através do avanço da especulação imobiliária, resulta na intensificação de espaços fechados e verticalizados, o que reduz o convívio social.


84 |  Questão

 

Gabarito | B
Resolução:

O texto apresentado descreve as observações realizadas por sertanejos sobre fenômenos na natureza a fim de prever o comportamento do tempo e do clima na região do semiárido nordestino. Tais conclusões são resultados de uma atividade conhecida como experiência perceptiva. Essa ação não possui bases científicas e basicamente está relacionada ao conhecimento empírico e tradicional que o ser humano tem da natureza da área onde habita.


85 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

A letra da canção de Zé Ramalho, ao mencionar a “vida de gado”, remete à passividade social da massa que, mesmo diante das condições de vida precárias, mostra-se “feliz”.


86 |  Questão

 

Gabarito | C
Resolução:

O conhecimento dos indígenas, acumulado ao longo de milhares de anos, foi fundamental para a domesticação de diversas plantas, aprimorando sementes e desenvolvendo tecnologias ambientalmente sustentáveis que, atualmente, servem de referência para práticas agrícolas agroecológicas e para a recuperação ambiental.


87 |  Questão

 

Gabarito | A
Resolução:

O texto destaca o processo de formação das bacias sedimentares a partir da deposição de sedimentos, transportados por diferentes agentes erosivos (água, vento e gelo), em regiões mais baixas da crosta terrestre.


88 |  Questão

 

Gabarito | E
Resolução:

As associações de bairro são fundamentais para a elaboração de planos diretores com a maior participação da sociedade, uma vez que ajudam na reivindicação por maiores investimentos em equipamentos públicos (postos de saúde e escolas) e infraestrutura urbana (saneamento básico, iluminação, pavimentação), bem como na mediação dos interesses da comunidade com o poder público.

 


89 |  Questão

Gabarito | A
Resolução:

Quando Getúlio Vargas faleceu, em 1954, atravessava uma das piores crises políticas de sua carreira e encontrava-se cada vez mais isolado na Presidência da República, em meio às denúncias de corrupção e de envolvimento no atentado da rua Tonelero. Imediatamente após sua morte, ao contrário do que esperavam seus opositores, houve uma reversão na situação de popularidade de Getúlio, retratada em uma imensa reação popular de comoção pelo      seu falecimento, com milhares de pessoas tomando as ruas da capital federal.


90 |  Questão

Gabarito | B
Resolução:

Desde o século XV, a prática de banimento de Portugal já vinha sendo utilizada por autoridades régias contra grupos acusados de serem criminosos e considerados indesejáveis e vadios. No século XVIII, a monarquia portuguesa de D. João V reforçou as medidas de degredo civil contra os ciganos. Tal punição visava suprimir de Portugal grupos associados com práticas consideradas heréticas (como magias, futurologia, adivinhações e etc), afetando diretamente a identidade cultural cigana no reino lusitano de então.


 

REDAÇÃO ______________________________________________________

Análise da proposta

Nesta edição de 2021, o ENEM colocou em discussão, em sua proposta de redação, um tema de grande relevância social: Invisibilidade e registro civilgarantia de acesso à cidadania no Brasil. Como de costume, foi solicitada aos candidatos a elaboração de um texto dissertativo-argumentativo com base em quatro textos motivadores:

O texto I da coletânea é um trecho da tese de mestrado da professora Fernanda da Escóssia: “Invisíveis: uma etnografia sobre a identidade, direitos e cidadania nas trajetórias de brasileiros sem documento.” Ele se inicia com a descrição de um fato comum a toda sexta-feira, no centro do Rio de Janeiro: o entra e sai de pessoas de um veículo estacionado no pátio da Vara da Infância e da Juventude a fim de retirar sua certidão de nascimento. A autora alerta para o fato de que aquelas pessoas que estão em busca de seu primeiro registro, surpreendentemente, são de idades variadas – adultos, velhos e crianças – mas têm em comum um fato: são todas pobres e, em sua maioria, negras. Além da latente questão social, o texto revela a visão que estes indivíduos têm de si mesmos. Qualificam-se como “um zero à esquerda”, “cachorro”, “um nada”, “pessoa que não existe”. Retratam, assim, a pouca importância que a sociedade e o Estado atribuem a esse grupo.

O texto II declara a gratuidade, desde 1997, do registro de nascimento no Brasil. A falta de documentação, de acordo com o texto, não seria, portanto, justificada pela situação financeira dos indivíduos, mas por outras questões que dificultariam o acesso. Na sequência, o texto apresenta um mapa do Brasil em que se observam os números de pessoas sem registro por região: a Sudeste é a recordista, seguida pela Nordeste, Sul, Norte e Centro-Oeste.

O texto III, retirado do site do Senado, reforça que a existência oficial dos indivíduos para o Estado e a sociedade só ocorre com a obtenção da certidão de nascimento. Outros documentos importantes para a vida do cidadão – carteira de trabalho, RG, CPF, título de eleitor –dependem, para serem tirados, da apresentação da certidão de nascimento. Da mesma maneira, o Registro de Nascimento deve ser apresentado para que o indivíduo garanta a matrícula escolar ou obtenha benefícios sociais.

Por fim, o texto IV, um texto sincrético, é uma campanha publicada em site da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, defendendo a visão de que todo individuo é visto, pelas defensoras e pelos defensores públicos, como cidadão. A imagem de um rosto, coberto por linhas que simulam uma impressão digital, confirma a afirmação do texto verbal.

Encaminhamentos possíveis

A questão central posta em debate é o quanto a ausência de uma documentação que certifique a existência do indivíduo se constitui em uma ameaça à cidadania. O registro de nascimento funciona como um importante mecanismo de controle do Estado, uma vez que este, analisando as estatísticas, poderá reconhecer os grupos em seus interesses particulares e coletivos e planejar políticas públicas. Sem o documento, o indivíduo – e até mesmo um grupo inteiro de indivíduos – não é reconhecido, não participa das decisões coletivas sem direito ao voto, não tem acesso às políticas públicas por sua invisibilidade; resumindo: não tem garantidos seus direitos e seus deveres.

Seria possível apontar, portanto, entre outros, os seguintes encaminhamentos:

Considerando o fato de que a ausência de documentação que comprove a existência do indivíduo o coloca em condições de maior vulnerabilidade, um bom percurso de análise seria explorar as causas e as consequências diretas desse problema.

Algumas das possíveis das causas da ausência de registro civil e consequente invisibilidade

- O texto I mostra que as pessoas que mais sofrem com essa invisibilidade são os negros e pobres, o que mostra relação direta com um passado escravista e de marginalização estrutural.

- De acordo com o texto II, o registro civil já é gratuito por lei, assim, o problema não está apenas no custo do serviço. Pode-se imaginar como uma das causas a falta de acesso aos cartórios de registro, consequente de uma distribuição desigual que leve à ausência de cartórios em regiões mais pobres ou geograficamente mais afastadas da região central de cada município ou cidade do país.

- Desconhecimento da população sobre a necessidade de se obter o registro civil, o que pode estar associado à falta de instrução e/ou baixa escolaridade dos pais do indivíduo.

-  Omissão e descaso do Estado ao não verificar o número de nascidos, por meio de visitas periódicas de assistentes sociais e pesquisadores, principalmente nas regiões mais vulneráveis.

- Como reflexo de uma realidade brasileira de abandono parental, falta de legitimidade da paternidade, que levaria à dúvida quanto ao registro.

- Número significativo de partos feitos fora de ambiente hospitalar em especial dessa população mais vulnerável.

Algumas das possíveis consequências da ausência de registro civil e consequente invisibilidade

- Como aponta o texto 1 da coletânea textual, há um efeito negativo importante na autoimagem dos indivíduos sem registro, o que pode ser visto no uso de expressões como “zero à esquerda”, “um nada” e “cachorro”.

- Como indica o próprio tema, a apresentação do registro civil é uma necessidade para a retirada de outros documentos. Por isso, a falta de certidão de nascimento promove uma falta de acesso a outros documentos.

-  Em consequência da falta de documentos, as pessoas ficam sem acesso a direitos básicos, como saúde e educação, já que para fazer a matrícula escolar ou dar entrada em um hospital para ser atendido, a documentação é solicitada.

- O indivíduo não tem assegurados os seus direitos políticos, já que não têm título de eleitor e não pode votar.

- Sem registro civil, não é possível ter emprego de carteira assinada e, portanto, fica impossibilitado de usufruir dos direitos trabalhistas – ficam suscetíveis, inclusive, à exploração.

Considerando que, para a prova de redação do ENEM, o candidato deve apresentar proposta de intervenção que respeite os direitos humanos, algumas possibilidades de medidas interventivas incluem, por exemplo: 

- Campanhas de informação feitas pelo próprio governo federal no sentido de mostrar a importância do registro e indicar caminhos acessíveis para a população em vulnerabilidade obter o documento.

- Ampliação da rede de cartórios ou criação de outras formas de registro que sejam acessíveis às pessoas em situação de vulnerabilidade.

- Estímulo, por meio das unidades de assistência à saúde, a que as famílias registrem seus filhos antes da alta hospitalar da mãe, o que pode ser garantido por intervenção do Ministério da Saúde.

- Medidas de monitoramento acerca de partos extra-hospitalares;

- Parceria entre cartórios de registro civil e escolas para assegurar que estudantes indocumentados que se inscrevem no sistema educativo possam obter uma certidão de nascimento;

- Desburocratização do processo para obtenção de registros civis tardios (feitos após o prazo legal);

Considerando que a incorporação de repertório legitimado e autoral (ou seja, externo à coletânea) é fundamental na prova de redação do ENEM, o candidato poderia fazer referência, por exemplo, a leis, citações filosóficas ou produções audiovisuais pertinentes ao tema, tais como:

Declaração dos Direitos Humanos:

Artigo 3° — “Todo indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal. Ninguém será mantido em escravatura ou em servidão; a escravatura e o trato dos escravos, sob todas as formas, são proibidos. Todos os indivíduos têm direito ao reconhecimento, em todos os lugares, da sua personalidade jurídica”.

- Artigos 5º ou 6º da Constituição

Art. 5º — “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”

Art. 6º — “São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição”.

Referência a filósofos, como Rousseau, para o qual o cidadão é considerado “participante da autoridade soberana”.

Menção a músicas, filmes ou obras literárias que destacassem a invisibilidade, como “Meu Guri”, de Chico Buarque, ou os filhos não nomeados de Fabiano e Sinhá Vitória em Vidas Secas (“o mais novo” e o “mais velho”).

 


Fonte: Curso Anglo


 

Postado porEduardo Souza

Postado em21 de novembro de 2021


Palavras chave:

Blog do Anglo

Ver todasclique para conhecer mais
receba nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba as últimas novidades por e-mail

[contact-form-7 id="753" title="Newsletter"]
entre em contato

Entre em contato

Entre em contato que nós iremos responder assim que possível.

Conheça nossas unidades
[contact-form-7 id="744" title="Fale Conosco"]

Copyright © | - Todos os Direitos Reservado por

Termos de Uso|Politica de Privacidade